Search
  • Simao Almeida

Um olhar sobre Holacracy.

Holacracy: mais um modelo orgânico ou uma nova etapa nas boas práticas de gestão rumo à excelência !?


O tradicional modelo de “top-down management” não consegue responder à necessidade de rápidas mudanças que as organizações atualmente enfrentam. Para corrigir esta incapacidade, resultante do “comando e controlo” típico do “top-down-management”, algumas organizações optaram pelo caminho da colaboração, da distribuição de responsabilidades e decisões, i.e., a distribuição do poder a todos os colaboradores aumentando a aprendizagem, rapidez e capacidade de resposta.

Esta “horizontalização” ou aproximação ao conceito “peer-to-peer”, despoletou o receio da anarquia e do caos o que levou muitos a considerarem  existir apenas duas alternativas, “o caos ou o comando e controlo”.

O conceito “Peer-to-Peer” (P2P) surge nas redes computacionais com o propósito de descentralizar a execução de um serviço na rede - a partilha de um ficheiro por exemplo -, e assim, além de evitar o excesso de carga no servidor melhora-se a eficácia e eficiência do serviço.

Neste tipo de rede, todos os "nós" ou elementos - os computadores - são considerados “iguais” ou de igual capacidade – o nome “peer-to-peer”, significa assim “par-a-par”.

Este conceito, “ peer-to-peer”, aplicado a organizações, permite satisfazer a necessidade de mudanças rápidas eficazes e atempadas, o que só é alcançável com uma componente forte de inovação, criatividade e colaboração.

O Holacracy é um modelo organizacional cooperativo, “peer-to-peer”, que pretende equilibrar a hierarquia e a colaboração. Este modelo pretende contrariar a rigidez e incapacidades inerentes ao modelo tradicional de “top-down management”, conseguindo assim uma resposta rápida, dinâmica e adaptada característico do modelo “peer-to-peer”, estruturando simultaneamente o governo e a execução para evitar o caos.

O modelo organizacional proposto pelo Holacracy assenta em regras e processos, tornando a definição de papéis e responsabilidades muito mais rigorosa e útil que no modelo de comando e controlo do “top-down management” pois define papeis e processos em torno de atividades ou funções e não de pessoas. No Holacracy as equipas são células ou círculos de trabalho com papéis bem definidos agrupadas em torno de uma função onde cada círculo é autónomo e tem autoridade própria mas interage com os outros círculos em prol de resultados partilhados.


O Holacracy não resolve todos os problemas mas permite às organizações reconhecer e endereçar os seus dilemas. O Holacracy é mais um exemplo de utilização “peer-to-peer” que ajuda as organizações a serem mais rápidas e ágeis na satisfação dos seus objetivos libertando-as da tirania do “top-down management” ou da impossibilidade em encontrar consensos muito comum aos modelos “peer-to-peer”.


Holocracy

4 views0 comments

Recent Posts

See All

Lisboa: +351 91 716 96 36

Luxembourg: + 352 661 71 12 14